5
(1)

Cultivar uma horta em casa tem uma série de vantagens. Alguns exemplos de áreas da sua vida que acabam sendo beneficiadas são a alimentação e a economia. Muitos pensam que é necessário ter um sítio ou então uma casa com um quintal grande para começar. Porém, nos últimos anos essa prática vem se popularizando, seja em casas ou então apartamentos com pouco espaço disponível.

Nada de agrotóxicos

Um dos principais benefícios de ter uma horta em casa é que seus alimentos não possuem agrotóxicos. Assim você protege a si mesmo, sua família e o meio ambiente. Atualmente, mais de 500 tipos de agrotóxicos são permitidos no Brasil, e muitos tipos que são proibidos mundo afora são permitidos por aqui. Além disso, até mesmo os alimentos orgânicos podem estar contaminados pela produção de uma propriedade vizinha que usa agrotóxicos e pesticidas em sua produção.

Assim você come mais frutas e legumes

Além de não possuírem agrotóxicos, os alimentos plantados em hortas costumam ser frutas e legumes, que são opções saudáveis para o dia a dia. Com uma horta em casa fica mais fácil comer estes tipos de alimentos.

Quando você vai ao supermercado o que você acaba encontrando são frutas e verduras que já estão empacotadas há dias, onde boa parte do sabor e dos nutrientes já se foram. Com uma horta em casa você come alimentos fresquinhos e saborosos. Assim você não perde tempo indo ao supermercado também. Prepare-se para alfaces crocantes, couves suculentas, rúcula picante, morangos docinhos, em suma, sabores intensos e surpreendentes.

Custos

Os custos com as sementes são bem baixos, chegando a apenas 3 reais.

É sustentável

Ter uma horta em casa é sustentável por diversos motivos. Não há emissões de gases por meio do transporte de alimentos, desmatamento, produção de lixo e trabalho escravo, por exemplo.

Além disso, as hortas podem contribuir para melhorar a qualidade do ar e diminuir as ilhas de calor nos grandes centros urbanos.

É mais barato

Plantar frutas e vegetais sai mais barato (praticamente de graça) do que comprar em supermercados e feiras. Até mesmo porque muitas vezes os alimentos orgânicos são mais caros nestes estabelecimentos. Basta se planejar e organizar para que os vegetais estejam maduros quando você quiser consumi-los.

Agora, já pensou em vender os alimentos excedentes da sua horta? Você pode começar vendendo para amigos e vizinhos, e quem sabe o seu negócio não cresce ainda mais?

É terapeutico

Ter contato com a natureza é uma forma de reduzir o estresse. Botar a mão na terra, acompanhar o desenvolvimento do alimento, sentir o cheiro e salivar podem trazer relaxamento. Nada melhor do que cultivar uma horta após um dia de trabalho! Este é o local para deixar os pensamentos fluírem, esvaziar a mente e relaxar…

Os cuidados com a horta fazem a pessoa se sentir útil, além de ocupar a cabeça.

A horta pode ser um ponto de encontro da família e assim estreitar laços sociais. As hortas também podem envolver amigos e vizinhos.

Já existem diversos estudos que comprovam que o cultivo de plantas pode colaborar para ter uma boa saúde mental. Isso porque o contato com a terra, o carinho e o cuidado que a sua horta exige fazem com que o estresse e a ansiedade fiquem em segundo plano.

Estudos recentes mostram que pessoas diagnosticadas com depressão, mau humor persistente ou transtorno bipolar passaram seis horas por semana cultivando flores e legumes. Após três meses, a melhora em todos os participantes era visível e o bom humor continuou mesmo três meses depois que o programa de jardinagem acabou.

Deixam o ambiente mais bonito e cheiroso

Muitas pessoas nem imaginam, mas o cultivo de temperos e vegetais também é ótimo para deixar a casa mais verde e perfumada. Por isso, inclusive, uma boa dica é deixar plantas e ervas aromáticas (como manjericão, salsinha, cebolinha e coentro) em vasos ou jardineiras arrumados em uma varanda, num canto da sala ou perto da cozinha.

É educativo para as crianças

Se você tem filhos, envolva-os nos processos de cultivos e cuidados com a horta. Explique a eles todos os benefícios citados neste texto. A ideia é incentivar a sustentabilidade desde cedo!

Outro benefício é que a criança sente mais vontade de comer um alimento cultivado por ela mesma,e assim ela tem uma alimentação mais saudável.

O que plantar?

O ideal é plantar hortaliças folhosas como alfaces, coentros e couves, e hortaliças frutas, como os tomates convencionais ou os tomates cerejas, pois o resultado é rápido e a planta também ornamenta o espaço. O importante na hora de plantar sua horta é pensar no espaço disponível, considerar as espécies que deseja cultivar e avaliar qual modelo melhor se integra à decoração e estilo da sua casa.

Referências

ifpb.edu.br/joaopessoa/noticias/2020/07/saudavel-prazeroso-e-economico-as-vantagens-de-ter-sua-propria-horta-em-casa-1

ranchonapoleon.com.br/single-post/2018/02/26/6-motivos-para-ter-uma-horta-em-casa

vivamais.cemigsaude.org.br/cultivar-horta-em-casa/

jardineiro.net/importancia-da-horta-em-casa.html

casapraticaqualita.com.br/noticia/6-motivos-para-ter-uma-horta-em-casa_a3259/1

pt.blog.noocity.com/ecologia-urbana/10-vantagens-de-ter-uma-horta-em-casa/

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.