Deu praga na minha horta, e agora?

Mosquinhas, pulgões, manchinhas que aparecem nas hortaliças… se quisermos tratar das plantas de forma ecologicamente correta e sustentável, podemos buscar alternativas naturais através das plantas medicinais para resolver estes problemas!

Plantas atacadas por fungos que surgem no ambiente úmido em nossa hortinha são um problema, ocasionando a morte das nossas amadas mudinhas e nos traz muita tristeza. E através deste artigo, venho compartilhar algumas dicas para resolver tais desafios. 
Não desista da sua horta, dessa vez vai dar certo! A seguir você verá algumas dicas para evitar as pragas indesejáveis e como combatê-las.

Faça a manutenção e coloque as mãos na massa!

É muito importante que você acompanhe o desenvolvimento das suas plantinhas, assim você poderá identificar se há o aparecimento de possíveis pragas e doenças, antes que as mesmas se espalhem e possam infectar as outras plantas.

Regar é essencial porém…

Não é recomendado que regue muitas vezes ao dia a sua horta. A preferência é que a rega seja realizada sempre pela manhã, assim o excesso de água é absorvido pelo solo durante todo o dia. Ah, segundo especialistas, é sugerido que regue sempre o solo e não as folhas, que acabam ficam expostas a danos caudados por fungos se estiverem molhadas.

Mantenha a diversidade

Alguns tipos de pragas têm preferências por determinados tipos de planta, e se você diversificar o seu cultivo, por exemplo, plantar alecrim junto com hortelã e manjericão, é possível evitar que as pragas se alastrem por toda a horta. Além disso, algumas plantas são inimigas para pragas, como essas citadas acima. Plantas cheirosas afastam esses bichinhos!

Cuide do solo

É através do solo que as plantas retiram os nutrientes necessários para o seu desenvolvimento, e com um solo ruim, as plantas não conseguem retirar tais nutrientes, e acabam abrindo uma janela para a proliferação de pragas e doenças. Além de adubar e regar, é necessário manter o solo da sua plantinha sempre fértil. E como fazer isso? Aqui no Ciclo você pode optar mensalmente por 2kg de adubo orgânico, sem aditivos químicos. Você pode fazer a manutenção com o composto a cada 30 dias.

Em último caso, utilize inseticida natural

Se a sua plantinha está infectada e todos os métodos preventivos feitos por você não deram certo, um inseticida caseiro pode ajudar. Porém, antes de aplicá-lo, é essencial testar em algumas folhas, já que em alguns casos os inseticidas – mesmo que natural – podem queimar ou danificar as suas plantas. Além disso, existem diversos inseticidas caseiros com finalidades diferentes. Uma dica que sempre compartilhamos é a utilização de composto líquido, conhecido como chorume (biofertilizante). Ele é bem eficaz no combate de pragas e doenças, é só misturar uma medida de uma tampa de garrafa de biofertilizante para 2L de água. E o resto? Você borrifa nas plantinhas e semanas depois vê o resultado. ☺
Além do mais, tem um grande aliado ao combate às pragas, segundo especialistas, que é o Alho. Se ele já é indicado para curar doenças em seres humanos, imagine em plantas?

Segue a receitinha:

  1. Descasque de 3 a 4 dentes de alho de tamanho médio a grande, corte em fatias finas, colocar em recipiente de louça ou vidro e despejar água quente não fervente.
  2. Aguardar esfriar, coar para o borrifador de água para as plantas, que pode ser adquirido em qualquer loja departamento de casa e jardim.
  3. Pulverizar sobre as folhas superior e inferior, em horário em que não elas não estejam sob o sol. Repetir por vários dias.

Atenção! Como o produto é natural, você precisa utilizar o inseticida natural no mesmo dia!

Espero que gostem das dicas! Tem dúvidas e sugestões? Compartilhe nos comentários. Já utilizou alguma receita caseira contra pragas que deu certo? Compartilhe aqui com a gente! Um abraço e até a próxima. ☺ #FecheOCiclo

 

Autor:
Thamyris Soliva
Sobre:
Thamyris Soliva, 24 anos, carioca e apaixonada pela natureza e animais! Publicitária em formação pela Universidade Veiga de Almeida, namorada do Lucas e mais um braço do Ciclo Orgânico desde 2015.
Mais artigos de: Thamyris Soliva

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Assine a nossa newsletter

Cadastre-se para receber mais informações e ficar por dentro de todas as nossas novidades!