10 coisas tóxicas que você tem em casa e ainda não sabia!

Produtos químicos em utensílios cotidianos podem nos colocar em risco para problemas de saúde. Segundo o portal Everydayhealth, em artigo assinado pela reumatologista Aly Cohen, os problemas em humanos podem ir de defeitos de nascimento, infertilidade e até certos tipos de câncer.

“Na verdade, os Centros para Controle e Prevenção de Doenças dos EUA (na sigla em inglês CDC) monitoram um total de 298 substâncias químicas ambientais que têm sido encontradas em seres humanos, incluindo muitas usadas em produtos de consumo. Estes produtos químicos podem gradualmente acumular-se no corpo, o que pode torná-lo doente”, diz a autora.

Embora seja impossível evitar a exposição a todos os produtos químicos ambientais, existem maneiras de evitar essas potenciais toxinas. Aly Cohen ressalta, ainda, que o termo “natural” significa quase nada na indústria de alimentos e cosméticos. “Ao invés disso, busque produtos com a rotulagem “orgânica”, porque os ingredientes orgânicos são monitorados e realmente significam alguma coisa no mundo de alimentos e cosméticos.

1. Recipientes de comida de plástico

Recipientes de plástico transparente ficam turvos após muitas lavagens. Plástico se decompõe ao longo do tempo, e isso pode liberar produtos químicos perigosos em seu alimento. Muitos recipientes são feitos de produtos químicos, alguns atuam como desreguladores endócrinos. O ideal é usar recipientes de vidro.

2. Alimentos preparados em recipientes de plástico

Não aqueça a comida em recipientes de plástico. O aquecimento plástico pode liberar substâncias químicas que infiltram no alimento.

3. Panela antiaderente/ Teflon /

Muitas panelas antiaderentes contêm pequenas quantidades de uma substância química chamada ácido perfluorooctanóico, que causa câncer em animais de laboratório. O revestimento das panelas pode se descolar e se misturar ao alimento. Panelas de aço inoxidável e o uso indispensável de azeite são medidas importantes.

4. Purificadores de ar

Qualquer coisa que você respira eventualmente acaba na corrente sanguínea. Aromatizantes ou velas perfumadas sinteticamente contêm produtos químicos chamados ftalatos, que é associado a problemas reprodutivos. Opte por velas feitas com óleos essenciais e flores frescas para perfumar a casa. Além disso, tente usar bicarbonato de sódio e vinagre branco como absorventes de odores.

5. Perfumes

A palavra “perfume” pode se traduzir em um produto que contém mais de 300 ingredientes químicos. Empresas não liberam as listas de ingredientes exatos por medo de divulgar segredos aos seus concorrentes. Infelizmente, a dica é evitar perfumes e colônias. Mude para produtos que são perfumados com óleos naturais.

6. Sprays para proteger tecidos e estofados

Tais produtos criam uma barreira de plástico invisível. Este plástico acabará por se desgastar e ser liberado no ambiente doméstico. O segredo é limpar as eventuais manchas.

7. Produtos de limpeza

Verifique os rótulos de produtos de limpeza para ingredientes químicos como os ftalatos e surfactantes químicos. Produtos naturais como bicarbonato de sódio, vinagre, limão e água quente atuam bem e não deixam a casa com toxinas.

8. Cosméticos

Do shampoo para o batom, as mulheres usam, em média, até 12 itens de higiene pessoal e/ou beleza – o homem usa, em média, seis – todos os dias. Isso significa cerca de 126 substâncias, de acordo com o Environmental Working Group, uma organização de defesa da saúde pública. Opte por cosméticos com pigmentos à base de minerais e óleos naturais, bem como sabonetes e shampoos livres de fragrâncias sintéticas e produtos químicos.

9. Antitranspirante

Muitos antitranspirantes usam compostos à base de alumínio e outros produtos químicos, que são absorvidos pelas glândulas sudoríparas. Aconselha-se evitar quaisquer produtos químicos que são absorvidos pelo organismo para fins não médicos. Existem antitranspirantes isentos de alumínio, parabenos e todos os ingredientes com “PEG” em seu nome (como o PEG-8 e PEG-40).

10. Os filtros solares com oxybenzona

Pesquisa com animais sugere que produtos químicos em alguns protetores solares, incluindo o oxybenzona, podem causar problemas de saúde quando penetram na pele. Os filtros solares mais seguros são feitos a partir de minerais como óxido de zinco e dióxido de titânio, mas podem ser muito caros. Evite protetores solares de spray aerosol, que pode acidentalmente ser inalado, bem como filtros solares que contêm ingredientes químicos como oxybenzona, octinoxate, palmitato de retinol (uma forma de vitamina A) e fragrâncias.

Ainda tem dúvidas? Manda pra gente nos comentários! #FecheOCiclo

 

Avatar
Autor:
Thamyris Soliva
Sobre:
Thamyris Soliva, 26 anos, carioca, apaixonada pela natureza e animais! Publicitária, esposa do Lucas e mais um braço do Ciclo Orgânico desde 2015.
Mais artigos de: Thamyris Soliva

2 Comments

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Assine a nossa newsletter

Cadastre-se para receber mais informações e ficar por dentro de todas as nossas novidades!