O que é energia geotérmica?

A camada mais superficial do nosso planeta é a crosta terrestre, constituída por rochas e é onde vivemos. Logo abaixo temos o manto, uma camada muito mais espessa formada por magma onde ocorrem altíssimas temperaturas.

Em algumas partes da crosta terrestre é possível captar este calor do interior da Terra por meio de profundas perfurações e gerar energia elétrica, além de ser possível captar água quentes e usá-las para aquecer residências e como forma de lazer.

Assim, a fonte de energia geotérmica é apenas o calor, um recurso infinito e que não é prejudicial ao meio ambiente. Isto é o oposto da produção de energia por meio de combustíveis fósseis.

Os benefícios desta energia renovável são diversos.

Não queima combustíveis fósseis, evitando emissão de gases poluentes; não agride o solo; não depende de condições climáticas; não depende de matérias-primas específicas e não necessita de áreas extensas para implantar usinas.

Como funciona?

A principal maneira de aproveitar o calor interno da Terra é a produção de energia elétrica. O que acontece nesse caso é que o vapor de água ocorre em pressão tão elevada que emerge na superfície por meio de tubulações em alta velocidade e com força, o suficiente para girar turbinas e assim produzir energia elétrica.

Outra estratégia usada para potencializar a produção de energia elétrica é a injeção de água nas profundezas para que assim possa se transformar em vapor d’água e este voltar à superfície girando as turbinas.

O calor interno da terra pode ser aproveitado de diversas maneiras. Uma delas é o aquecimento de águas da superfície em áreas onde a temperatura interna é muito alta, que resulta no superaquecimento da água, que pode emergir em forma de fontes, minas e pequenos lagos de água quente. Neste caso, utiliza-se essa água para o abastecimento de casas e inclusive para lazer, como acontece em cidades como Caldas Novas (GO) e Poços de Caldas (MG). Nestas cidades há piscinas de água quente que podem ser usadas para o “banho de piscina”

Não depende do clima

A energia eólica depende do vento. A energia solar depende do sol. A energia geotérmica não depende destes fatores climáticos, podendo inclusive ter usinas que produzem energia durante 8.600 horas por ano, enquanto as estações de energia solar produzem energia durante 2.000 horas por ano.

Gera mais empregos do que outros tipos de energia

As usinas geotérmicas geram mais empregos do que outras fontes de energia. São 34 empregos por megawatt instalado, em comparação com 19 da eólica e 12 da fotovoltaica.

Usinas seguras e duradouras

Tanto para instalações domésticas quanto para larga escala a vida útil do sistema é muito longa, podendo chegar a 80 a 100 anos. Além disso, a ausência de combustão evita o risco de acidentes.

No Brasil e no mundo

A maior usina geotérmica do mundo fica na Nova Zelândia, já o país com mais usinas é a Suíça com 50 unidades. Nos Estados Unidos já é produzida energia suficiente para abastecer 1 milhão de casas.

Na maior parte dos países em que encontramos energia geotérmica, infelizmente esta não é a principal fonte de energia. Apesar disso, este tipo de energia tem recebido investimentos nas últimas décadas.

No Brasil não há usinas geotérmicas pois não há grande potencial, uma vez que ela é explorada mais em áreas de transição de placas tectônicas. Além disso, o nosso terreno é muito antigo o que faz com que o magma fique mais distante da crosta terrestre, o que implicaria altos gastos com estrutura.

Também não há grandes iniciativas uma vez que o país possui uma robusta matriz energética estabelecida em bases hídricas, além de utilizar outras fontes de energia como o gás natural.

Futuro promissor

Este tipo de tecnologia está em constante evolução, e uma das melhorias recentes, por exemplo, é a eliminação do cheiro forte pelos sistemas de filtragem e contenção. Para o futuro temos o fim da necessidade de altas temperaturas para a produção de energia, ou seja, antes era necessário pelo menos a temperatura de 150 graus celsius, mas daqui algumas décadas isto será possível mesmo com temperaturas em torno de 90 graus celsius.

Os métodos de perfuração estão em desenvolvimento em todo o mundo!

Desvantagens

Emissão de H2S, que pode não poluir a atmosfera mas é danoso ao corpo humano além de ter cheiro forte.

Pelo fato das máquinas gerarem muito barulho no processo de perfuração, acaba não sendo possível haver casas nos arredores.

Alto custo de investimento devido a construção e instalação de usinas, que apesar de serem pequenas, a tecnologia é onerosa.

Referências

enelgreenpower.com/pt/learning-hub/energias-renoveveis/energia-geotermica/vantagens

mundoeducacao.uol.com.br/geografia/energia-geotermica.htm

preparaenem.com/geografia/energia-geotermica.htm

ecycle.com.br/energia-geotermica/

portalsolar.com.br/energia-solar-x-energia-geotermica

esferaenergia.com.br/blog/o-que-energia-geotermica/

hypeness.com.br/2022/03/energia-geotermica-o-que-e-e-quao-sustentavel-pode-ser-para-o-planeta/

Matheus Chiabi
Autor:
Matheus Chiabi
Sobre:
Matheus Chiabi, 28 anos, formado em publicidade. Gosta de escrever, fotografia, futebol e cerveja.
Mais artigos de: Matheus Chiabi

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*