Como plantar sem o uso de sementes

Quase toda a salada se pode cultivar em pequenos vasos. Ainda melhor, claro, se você tiver uma varanda onde possa por vasos um pouco maiores. Mas, quase todas as compras de uma feira podem ser reproduzidas em casa, sem grandes dificuldades e com alguns bons cuidados.

Além disso, você pode ter seu vaso de temperos: cebolinha, salsinha, alho, coentro, desde que você os consiga comprar com suas raízes. Então, bastará cortar os talos acima das raízes e colocá-las em vasos individuais, para diminuir a competição de nutrientes, que deverão ser mantidos em locais iluminados (pelo menos 5 horas de luz direta é o que precisam essas plantas).

Confira abaixo algumas culturas que se reproduzem sem o auxílio de sementes:

  • Alcachofra, couve-manteiga e morango são algumas das espécies que se reproduzem por brotos, também chamados de mudas, que são as brotações laterais que surgem nas plantas adultas ou ao redor dela;
  • Agrião, batata-doce, espinafre e mandioquinha são multiplicados a partir de pequenos pedaços (de 20 a 30 cm de comprimento) retirados das ramas ou hastes de plantas adultas. Para plantá-los, enterra-se inclinadamente mais da metade da rama;
  • A batata é plantada com pedaços do próprio tubérculo, já brotados (com olhos), de 3 a 4 cm de tamanho;
  • Alho: é reproduzido através de seus dentes;
  • Chuchu: sua semente é o próprio fruto, maduro e com 14 a 20 centímetros de tamanho;
  • Cebolinha, capim-limão, manjericão, aniz e outras espécies aromáticas são reproduzidas por estaquia, cortando-se ramos da planta, que são plantados diretamente nos canteiros ou deixados na água para enraizar e, então, plantados no loca definitivo.

Veja abaixo como fazer mudinha de alecrim com estaquia:

1.  Use uma boa tesoura para cortar os brotos e faça mudas com 10 a 15 centímetros. Corte várias para o caso de algumas não conseguirem enraizar.

Resultado de imagem para como fazer estaquia

2. Coloque seus dedos à volta das mudas cortadas e retire as folhas inferiores, dos 5 centímetros para baixo.

Coloque as mudas de alecrim num copo com água e leve-a para um local quente, longe da luz solar direta. Mude a água a cada dois dias, trocando-a por água à temperatura ambiente. A água fresca fornece oxigênio dissolvido e previne o apodrecimento das mudas.

As mudas de alecrim devem começar a criar raízes em poucas semanas, dependendo da temperatura.

Resultado de imagem para como fazer estaquia

3. Assim que as raízes se desenvolverem, o alecrim está pronto para ser colocado em um vaso. Use uma mistura de solo arenoso que drene bem. Misture partes iguais do composto orgânico e solo arenoso.

Encha um pote com solo levemente úmido para cada muda de alecrim. Use uma caneta ou um lápis para fazer um buraco com 7 a 10 centímetros no solo. Coloque a muda com cuidado para evitar danos nas raízes. Cubra o buraco gentilmente e regue cuidadosamente.

Posicione o vaso em um local com luz indireta ou luz solar filtrada até que as raízes se estabelecem, altura em que deve colocar o vaso num local com luz solar direta, com 6 a 8 horas de luz diárias. Mantenha o solo ligeiramente úmido até observar o crescimento da planta.

Deixa a planta crescer um pouco antes de realizar a colheita. O alecrim cresce lentamente, portanto nunca corte mais de 1/3 da planta de uma só vez.

Imagem relacionada

Mãos à obra para ter sempre à disposição verduras frescas cultivadas por você!!!

Compartilhe conosco as suas experiências e tire as suas dúvidas. 😉 #FecheOCiclo

Avatar
Autor:
Thamyris Soliva
Sobre:
Thamyris Soliva, 25 anos, carioca, apaixonada pela natureza e animais! Publicitária, esposa do Lucas e mais um braço do Ciclo Orgânico desde 2015.
Mais artigos de: Thamyris Soliva

2 Comments

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Assine a nossa newsletter

Cadastre-se para receber mais informações e ficar por dentro de todas as nossas novidades!