E não é que até o seu cachorro pode ser mais sustentável?

Se você achava que a sua casa é completamente sustentável, pode ser que esteja esquecendo do seu cachorro. Sim, ele pode ser mais sutentável junto com você!

Limpando as fezes de forma limpa

Não é só para deixar as ruas limpas, fezes caninas também podem transmitir doenças. Além disso, catar as fezes do seu cão com uma sacolinha plástica não é uma atitude sustentável. O plástico demora muito tempo para se degradar na natureza e ainda demanda muitos recursos naturais e energia para ser produzido.

A primeira dica para catar as fezes do seu animal de forma sustentável é bem simples: assim que sair de casa com ele, comece a procurar folhas secas pelo caminho. Caso não haja muitas folhas secas por onde você costuma passear, nossa outra dica sustentável é levar folhas de jornal.

Consumismo canino?

Por que comprar brinquedos de cores diferentes um dos outros, e com cores chamativas, sendo que os cães não enxergam todas as cores ( enxergam apenas amarelo, azul e verde)? Os cães também não tem discernimento do que é uma coleira nova e uma antiga, por exemplo. O problema é que a confecção e transporte desses objetos gasta muitos recursos naturais, e muitos donos compram sem necessidade, apenas pelo impulso de comprar algo novo.

A verdade é que muitos produtos, teoricamente para cães, são feitos mais para os próprios donos do que para os animais.

Bom, mas já que é inegável que todo cachorro gosta de brincar, dê uma conferida nessas idéias de brinquedos sustentáveis.

Garrafa com petiscos: você só precisa de uma garrafa pet, alguma ferramenta para fazer furos , fita isolante e alguns petiscos. A idéia é por os petiscos dento de uma garrafa com furos e seu cachorro vai brincar com a garrafa tentando tirar o alimento dela. Você não vai gastar nada praticamente!

Mordedor: o que fazer com aquela roupa velha? Dê alguns nós e você fará um mordedor para seu cão.

Acessórios sustentaveis

Coleiras anti-pulgas: existem muitas que possuem substâncias nocivas ao cão. Procure anti-pulgas feitas de óleos e extratos de ervas, por exemplo.

Coleiras de fibra de bambu: este é um ótimo material pois é 100% degradável e é mais saudável para o cão, pois não agride a sua pele (como outros materiais comuns).

Bebedouro: substitua os de plástico por cerâmica, vidro ou aço inox. Evite o de plástico, por seus conhecidos impactos ambientais, além do fato de proliferar bactérias.

Ração natural

Assim como na alimentação humana, muitas rações possuem alimentos tóxicos ao cachorro e ao meio ambiente. Investigue a origem do produto  e procure sempre rações orgânicas e livres de transgênicos. E cuidado, nem sempre a racão mais cara é a melhor.

Casinha confortável e ecológica

Construir uma casinha sustentável pode dar um pouco mais de trabalho, mas a verdade é que o resultado fica muito legal. Se liga nesses exemplos:

E so por curiosidade… Saca só sessa casinha super sustentável desenvolvida pela empresa californiana Studio Schicketanz! Ela possui teto verde com sistema de irrigação, ventilador movido a energia solar e é 100% feita com materiais ecológicos

Matheus Chiabi
Autor:
Matheus Chiabi
Sobre:
Matheus Chiabi, 25 anos, formado em publicidade. Gosta de escrever, fotografia e seus hobbies são surf, futebol e cerveja.
Mais artigos de: Matheus Chiabi

3 Comments

  1. Muito bacana as sugestões que vcs deram para o cuidado com os cães de forma sustentável. Eu tenho dois gatinhos é uma coisa que me incomoda muito é ter que colocar a areia suja da caixinha de xixi e fezes num saco plástico para depois colocar na lixeira do prédio. O que vcs sugerem para substituir esse saco plástico?

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Assine a nossa newsletter

Cadastre-se para receber mais informações e ficar por dentro de todas as nossas novidades!