10 coisas para se levar em conta na hora de ter um minhocário

Quando pensamos em começar a compostar em casa, em um minhocário, precisamos pensar em pontos importantes e que devem ser levados em consideração antes mesmo de iniciar esse processo tão interessante em casa. Vamos lá:

1 – Espaço

É importante que você tenha um espaço para colocar a sua composteira, e que de preferência não bata a luz do sol, chuva na sua caixa de compostagem. As minhocas não gostam de calor, e devido a isso, é importante que seja um lugar fresco e arejado. Já a chuva, ela pode encharcar a sua composteira, e não ajuda no momento da compostagem.

2 – Tempo

Outro ponto importante é ter tempo para cuidar do seu minhocário. Faça uma organização da sua semana e encaixe as tarefas do minhocário, pelo menos 1 vez na semana. E a cada 15 dias é importante fazer uma “revirada”na sua caixa, misturando tudo, de baixo para cima, para que assim, a compostagem seja mais acelerada e as minhocas consigam consumir os alimentos que ficaram em cima. Com o passar do tempo, se você não revirar a caixa, ela fica compactada, tipo um “brownie” ou uma lasanha de compostagem, interprete da melhor forma (risos), mas é isso!

3 – Recipiente certo para compostar

Você pode adquirir uma composteira para iniciar o processo, temos em nosso site as composteiras humi de cores diversas e super estilosas (clique aqui e saiba mais info). Mas, caso você queira fazer a sua própria composteira, super funciona com baldinhos ou caixa de feira. Ou até mesmo em caixas organizadoras, desde que não sejam transparentes, pois, minhocas não gostam de luz.

4- Minhoca Ideal

Apesar de existirem 4.000 espécies de minhocas terrestres, só seis espécies são mais adaptadas e utilizadas na compostagem ou minhocultura. As principais são a minhoca vermelha da Califórnia Eisenia fetida, a E. andrei e a gigante africana Eudrilus eugeniae.A Eisenia (californiana) se adapta super bem em minhocários fechados e a diferentes resíduos orgânicos, por isso é a espécie mais indicada (!) Elas também estão disponíveis em nosso site (clique aqui).

5 – Alimentos que podem compostar

Os alimentos que podem ir para o minhocário são:

6 – Alimentos que podem com <moderação> ou não podem compostar (!!!)

7 – Biofertilizante

Também conhecido como chorume do bem ou húmus líquido, é uma substância líquida gerada na compostagem doméstica com minhocas. É gerado a partir de uma seleção cautelosa de matérias orgânicas, e já que no minhocário não podem ser compostados todos os tipos de alimentos, não sofre contato com metais pesados presentes nos locais de descarte de resíduos citados anteriormente. Você pode diluir em água na proporção de 1/10 e regar as plantinhas! 🙂

8 – Manejo

Como foi citado no item 2, é importante planejar o tempo de alimentação do minhocário e as reviradas nas caixas quinzenalmente ou mensalmente. Além disso, é importante separar esses resíduos em algum recipiente, como por exemplo, em um pote de sorvete, e a partir disso, você sempre usará a proporção 1 (resíduos orgânicos) para 2 de matéria seca (serragem ou folhas secas), sempre que alimentar a sua caixa.

9 – Possíveis “pragas”

Caso você não faça o item 8 corretamente, é possível que apareçam alguns bichinhos incômodos na sua composteira. As principais são a larva soldado, mofo (não faz mal), e mosquinhas drosófilas – que são atraídas por materiais orgânicos em decomposição.

10 – Húmus produzido

Por fim, depois de 3 meses, você terá o seu húmus prontinho para ser usado na sua horta/ vasinho de planta! É importante observar se ele está muito úmido, que se for o caso, você pode deixar a terra pronta em cima de uma lona, esperar secar um pouco, e esperar as minhocas descerem para o fundo. Dessa forma, você retira o adubo e ainda reaproveita as minhocas. Ah! Não tem problema nenhum se você quiser as minhocas no seu vaso de planta junto com o húmus.

Se esse post te ajudou de alguma forma, conte pra gente nos comentários! 🙂 #fecheociclo

Avatar
Autor:
Thamyris Soliva
Sobre:
Thamyris Soliva, 27 anos, carioca, apaixonada pela natureza, panificação artesanal e afins, e principalmente pelos animais! Publicitária, esposa do Lucas e mais um braço do Ciclo Orgânico desde 2015.
Mais artigos de: Thamyris Soliva

1 Comment

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*