Descubra o que as minhocas californianas tem de especial

Conheça um pouco mais sobre as minhocas californianas, utilizadas em compostagem doméstica.

As minhocas californianas, apesar do nome, têm origem Europeia. No meio acadêmico são conhecidas como Eisenia fetida que faz menção ao seu gênero (Eisenia) e à espécie (fetida). Esta espécie se diferencia de outras muito parecidas por apresentarem listras transversais bem evidentes ao longo do corpo e por isso também lhes são atribuídas o vulgo “Minhocas listradas”.

Elas são reconhecidas mundialmente por contribuírem de forma muito eficaz no processo de compostagem doméstica. Com sutileza e velocidade elas transformam os resíduos orgânicos em um excelente adubo para todos os tipos de plantas. Este adubo é chamado de húmus de minhoca e é considerado um dos melhores condicionadores de solos, atuando na melhoria das características físicas, químicas e biológicas do solo.

A utilização das minhocas californianas na compostagem doméstica tem gerado um benefício enorme atualmente. Isso porque ao invés de enviar os resíduos orgânicos aos aterros sanitários ou lixões gerando líquidos e gases que poluem o meio ambiente, muitas famílias em diversas partes do mundo fazem a compostagem com minhocário proporcionando a destinação adequada aos resíduos orgânicos.

Arquivo pessoal Ciclo Orgânico

Você pode colocar no seu minhocário os resíduos orgânicos junto com serragem e folhas secas, em aproximadamente 90 dias já está pronto o seu composto. Sempre seguindo a ordem de colocar primeiro a camada de minhocas + húmus, depois os resíduos (sempre crus: restos de frutas, verduras, hortaliças. Nunca cítricos e cozidos.) . Digo isso para quem irá começar, ou deseja iniciar um minhocário. É necessário estar atento se o local onde estarão as suas minhocas. É preciso um local arejado, que não bata sol e seja sempre fresco.

Além disso, algumas curiosidades sobre as minhocas californianas são que elas podem dobrar a população num período entre dois e três meses em condições ótimas e que são hermafroditas possuindo os dois sexos em cada indivíduo. E esses bichinhos maravilhosos possuem 5 corações, podendo colocar até 500 ovinhos por ano, e cada ovo pode conter até 7 minhoquinhas. ♥

Este tipo de minhoca é retratada como epígea, ou seja, minhocas que sobrevivem nas camadas superficiais do solo. Desse modo, ela pode encontrar os resíduos orgânicos em abundância para se alimentar, não havendo a necessidade de misturar os resíduos na sua composteira. Elas são rápidas e comem tudinho em poucas semanas! Risos.

Um fato que pouca gente sabe é que o naturalista Charles Darwin, mais conhecido por sua teoria evolutiva da seleção natural, publicou, em 1881, um livro sobre como as minhocas atuam na formação do húmus!

Em seus estudos ele tratou de observar diversos tipos de minhocas e realizou descobertas que contribuíram para o maior conhecimento destes fantásticos animais, como por exemplo:

  • São noturnos;
  • Podem rastejar para frente ou para trás;
  • Não possuem olhos mas podem distinguir a noite do dia e respondem rapidamente à qualquer raio de luz;
  • Respiram pela pele;
  • São hermafroditas, possuem os dois sexos em um mesmo indivíduo e precisam de um par para copular;
  • Podem viver durante um longo período debaixo d´água;
  • São sensitivos ao ar seco, calor, frio, vibrações e ao serem tocados;
  • Não possuem dentes e nem garras e são completamente surdos;
  • O seu sentido de cheiro é fraco e limitado à percepção de certos odores;
  • Eles são onívoros e preferem um gosto em detrimento de outro. Eles umedecem os alimentos antes de engolir com um fluido, o qual é da mesma natureza que a secreção digestiva do pâncreas de animais superiores.
  • Eles são canibais e podem comer minhocas mortas;
  • Podem sobreviver por um período limitado de tempo, por engolir solo e extrair seu conteúdo de nutrientes. Eles também podem engolir areia, pequenas pedras e fragmentos de concreto;
  • Eles escavam as tocas empurrando o solo para os lados e engolindo ;
  • Eles expelem os dejetos fora de suas tocas. Estes são completamente misturados com secreções intestinais e favorecem o crescimento de plantas;
  • Eles são comidos por aves;
  • Eles regularmente “aram” a terra e misturam o solo da superfície;
  • Eles apresentam alguma forma de inteligência, indicado pelo seu arrastamento de folhas da ponta e pela sua cobertura de suas tocas.

Incrível, não? Diante de tanta informação e descobertas sobre esses seres fantásticos, compartilhe conosco a sua experiência com minhocário e deixe a sua opinião em nosso comentários!

Ah!!! E se você deseja começar o seu minhocário, aqui no Ciclo nós vendemos também as minhocas californianas. Faça já a sua encomenda! ♥ ☺ #FecheOCiclo

Fontes:
Manual of On-Farm Vermicomposting and Vermiculture By Glenn Munroe Organic Agriculture Centre of Canada;
Crop Farm Review – www.cropsreview.com

Minhocas Californianas – especiais para compostagem doméstica

Avatar
Autor:
Thamyris Soliva
Sobre:
Thamyris Soliva, 27 anos, carioca, apaixonada pela natureza, panificação artesanal e afins, e principalmente pelos animais! Publicitária, esposa do Lucas e mais um braço do Ciclo Orgânico desde 2015.
Mais artigos de: Thamyris Soliva

5 Comments

  1. Boa tarde.
    Após o processo da compostagem ou até imediatamente podemos colocar as minhocas na terra? Tem alguma restrição ao solo, como arenoso, sêco? Tem restrições a temperatura?
    Minhocas podem causar ou transmitir algum tipo de doença? Necessita uso de luvas?

    1. Bom dia Ivomir,

      Tenho uma composteira há pouco tempo, mas pelo que eu já li e acompanhei as minhocas neste tempo, posso te responder algumas das suas questões.

      A idéia da compostagem é que seja ciclo continuo, que você utilize as minhocas para formação de húmus (que são os dejetos das minhocas). Eventualmente, quando você retirar o humus, vai ter no meio ovos de minhoca ou algumas tão pequenas que acaba indo para o vaso.
      Todas as indicações que eu li são que a terra precisa ser de qualidade para esse processo, não vi ninguém utilizando terra mais seca ou arenosa.

      Sim, há restrições de temperatura. Mantenho meu minhocário em um lugar coberto e arejado, mas dias muito quentes as minhocas ficam agitadas, tentando fugir. O ideal é uma temperatura de 23-25 graus. Tenho colocado resto de alimentos mais líquidos para reduzir esse impacto (ex: casca de melancia) mas mesmo não sabendo se é correto ou não, já tive que regar a parte superior para evitar a morte das minhocas.

      Sobre doenças eu sinceramente não sei, mas pensando na composição e no que comem, acredito que não possam transmitir doenças e por isso nunca vi ninguém recomendando luvas. Eu normalmente uso luvas para facilitar a lavagem das mãos e não uso pás ou ferramentas no minhocário para não correr o risco de cortar alguma minhoca.

      Espero que tenha ajudado.

    2. Bom dia. Tenho composteira em casa há cerca de 4 anos, e não utilizo terra. Na mistura da compostagem utilizo serragem fina, nos baldes, que ficam cerca de 30 dias – por causa da fermentação – antes de serem misturados ao recipiente (uma caixa plástica de 50x60x40cm) que contém as minhocas californianas. A caixa é coberta e fica no porão de casa, local fresco e ventilado.

  2. Olá, boa noite! Faço compostagem há alguns meses e nestes dias mais frios notei que as minhocas estão mais agitadas, algumas sem coloração e gostaria de saber se isso é normal. Eu li a respeito do ambiente ideal para sobrevivência das minhocas e a temperatura pode variar entre 13 e 27 graus, nos dias mais frios a temperatura dentro da composteira tende a ficar maior e nos dias quentes o inverso? O que fazer nesse caso? Estou preocupada com as minhocas, acabei adicionando mais restos de alimentos secos e molhados (folhas secas, chás, casca de abacate e melancia) e não sei se estou fazendo certo.
    Se alguém puder ajudar, agradeço! Obrigada!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*