Saiba tudo sobre telhados verdes

Pare para pensar no seu telhado. Que tal ao invés de cerâmica, aço ou qualquer outro material duro usar plantas? O nome deste tipo de construção é telhado verde! Trata-se do aproveitamento de uma área que é frequentemente negligenciada, o telhado. Pode ser implementado em casas, escritórios e outros tipos de edificações.

O telhado verde tem ganhado cada vez mais espaço e importância nas construções. Ele é mais que uma simples cobertura verde de decoração, neste texto você verá diversos benefícios, tanto para o interior quanto para o entorno da casa, como por exemplo reduzir a poluição do ar e o gasto com água. Você vai se apaixonar e vai querer levar para a sua casa também!

Vantagens

Redução do consumo de água potável: ao invés de usar a água das torneiras, com o telhado verde é possível captar água das chuvas por meio de um sistema de drenagem e usar para atividades como descarga, jardinagem e limpeza de ambientes. Funciona como um “pratinho” embaixo do vaso da planta. Assim economiza-se dinheiro com a conta de água.

Redução de inundações: com os telhados verdes, é possível reduzir as inundações das cidades, que contam com poucas áreas verdes e muitos solos impermeáveis.

Redução de temperatura: pelo fato das plantas absorverem a radiação solar ao invés de refletir, é possível reduzir a temperatura ambiente. É possível reduzir também em até 5 graus o interior de uma edificação, e assim reduz o uso de ar condicionado e logo economiza-se energia. Além disso, reduz o fenômeno das ilhas de calor dos grandes centros urbanos. Já no inverno o efeito é o contrário, ou seja, o telhado verde mantém o interior aquecido.

Sequestro de carbono: as plantas consomem CO2 e liberam oxigênio.

Conforto acústico: você mora em ruas barulhentas? Saiba que o telhado verde atua como um isolante acústico!

Visual diferenciado: assim seu edifício ou casa ficam mais bonitos! O que era cinza antes, agora ganha um verde vasto, bonito.

Atrai pássaros, borboletas, abelhas polinizadoras e joaninhas: com o uso da vegetação há um aumento na biodiversidade e do reequilíbrio ambiental. Também cria-se e preserva habitats.

Cultivo de alimentos: já parou para pensar que você pode plantar verduras, frutas e temperos no telhado? Porém não é qualquer espécie que pode ser plantada e é necessário o acompanhamento de um arquiteto.

Desvantagens

Para a construção de um telhado verde é necessário obter uma licença na prefeitura. O problema é que com a novidade alguns órgãos de fiscalização podem ficar confusos e causar entraves ao processo. Infelizmente, o padrão brasileiro é de travar o que é novidade por simples falta de informação e autonomia dos agentes de fiscalização.

O custo de um telhado verde também é mais alto do que um telhado convencional. Porém, você tem redução no custo da água e energia a médio e longo prazo.

Antes da instalação do projeto é necessário assegurar que o telhado irá suportar o peso das diversas camadas do telhado verde bem como o das plantas. E isso pode incluir um custo mais elevado para reforçar o teto.

Vale lembrar que se por algum motivo você não conseguir implantar um telhado verde em sua casa você pode adotar outras atitudes simples no seu cotidiano. Tenha mais plantas em casa ou então capte água da chuva por meio de uma cisterna.

Como funciona?

O telhado verde é composto por diversas camadas.

A primeira camada é a própria laje ou o telhado em si. Sobre ele é colocado uma membrana à prova d’água de modo que o telhado fique protegido contra a umidade.

A próxima camada é uma barreira contra as raízes para impedir que elas danifiquem o telhado.

Em seguida vem a camada da drenagem. Ela garante que o excesso de chuva seja escoado de maneira correta evitando alagamentos na estrutura, apodrecimento de plantas e infiltração de água para o interior da residência.

Por fim vem o tecido permeável que permite a adição de terra e acima dela vem a adição de 7 centímetros de substrato. Pronto! Agora o telhado está preparado para receber a vegetação.

Manutenção

Assim como um jardim convencional, o telhado verde também precisa de manutenção. É recomendada a visita de um profissional de uma a duas vezes por ano para, por exemplo, conferir se não há nenhuma espécie indesejada de planta crescendo no local. Caso a vegetação não esteja com uma aparência saudável é indicado o uso de composto orgânico.

Tipos de telhado verde

Telhado intensivo: possui um solo mais profundo, portanto é ideal para plantas maiores, como árvores de pequeno porte e arbustos, resistentes e com raízes mais profundas. Podem ser plantados pés de cenoura, tomate e beterraba.

Telhado extensivo: possui um solo mais raso e logo é adequado para plantas com raízes mais curtas como musgos, gramíneas, suculentas e sedum, que são mais fáceis de se manter.

Quais estruturas suportam?

Geralmente, os telhados planos são mais facilmente transformados em verdes, enquanto que os telhados inclinados representam um desafio maior em termos de arquitetura e distribuição de peso. Ou seja, dependendo do tipo da estrutura a implantação pode ser inviabilizada.

Como implementar?

Existem diversas empresas que prestam o serviço. Uma delas é o Eco Telhado. Você também pode contratar um arquiteto. Mas quanto custa? Em média varia de 120 reais a 240 reais por metro quadrado.

Referências

casacor.abril.com.br/sustentabilidade/telhado-verde-o-que-e/

ecotelhado.com/sistema/telhado-verde/

sienge.com.br/blog/telhado-verde/

tuacasa.com.br/telhado-verde/

entendaantes.com.br/o-que-e-um-telhado-verde-e-como-usa-lo-em-sua-obra-entenda-antes/

ufsm.br/midias/arco/telhado-verde-vantagens-curiosidades/

telhado ecológico, cobertura/teto verde ou terraço jardim

https://www.decorfacil.com/telhado-verde/ – FOTOS BOAS!!!

Matheus Chiabi
Autor:
Matheus Chiabi
Sobre:
Matheus Chiabi, 28 anos, formado em publicidade. Gosta de escrever, fotografia, futebol e cerveja.
Mais artigos de: Matheus Chiabi

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*