Como aproveitar o verão de forma sustentável

No verão, as temperaturas mais altas e a maior incidência dos raios solares são bons motivadores para sair de casa e aproveitar o dia. Porém, esta época do ano exige muitos cuidados a sua saúde e ao meio ambiente.

Dicas ao Usar o ar condicionado

Ar condicionado é um aparelho que consome muita energia. Portanto, opte por ventiladores, pois gastam 90% a menos de energia do que ar condicionado. Uma boa ideia também é usar o ventilador juntamente com o ar condicionado e também invista na ventilação natural de casa. Ao dispor de plantas dentro do ambiente isso faz com que a temperatura fique mais amena! Procure cortinas e persianas que permitam a passagem do ar.

Uma dica interessante é não usar o ar condicionado na temperatura mais baixa de todas, pois assim o consumo de energia cresce, ou seja, tente deixar o ambiente fresco e não muito gelado. Experimente manter a temperatura de 23 graus (inclusive esta é a temperatura ideal segundo referência da Agencia Nacional de Vigilância Sanitária).

Para garantir a eficiência energética do aparelho na hora da compra, verifique se possui o selo Procel de Economia de Energia e se vem com a letra A, o que indica que o aparelho é eficiente..

Realize manutenção do ar condicionado frequentemente para garantir que os filtros estejam limpos e as unidades internas e externas estejam higienizadas, pois assim você aumenta a vida útil do aparelho e não compromete sua saúde. Isto também influencia muito o consumo de energia! A recomendação é fazer esta limpeza uma vez por ano.

Agora uma curiosidade: você sabia que a energia consumida no mundo por este aparelho deve triplicar até 2050?

A importância da exposição ao Sol

O sol é um excelente ativador de vitamina D, estimula a produção de melanina (hormônio do sono) e previne diversas doenças. Apesar do nosso corpo captar vitamina D por meio de alimentos como ovos e peixe, o sol é responsável por 80% dessa substância no nosso organismo.

A falta de exposição à luz solar pode inclusive desencadear sintomas de depressão leves. Isto acontece muito em países com dias mais curtos, onde há menos exposição aos raios solares, e em regiões muito nubladas.

Portanto, procure tomar banho de sol durante 15 a 20 minutos por dia.

Proteja-se do sol

Protetor solar: confira na lista de ingredientes se o protetor possui oxibenzona, uma substância nociva para o nosso organismo que deve ser evitada. Quando esta substância passa do nosso corpo para o mar, por exemplo, esta substância também afeta os corais, causando o embranquecimento destes , causando a morte de animais e gerando um grande problema para o ecossistema.

Aproveite mais essas dicas também: aplicar o filtro solar cerca de 15 a 20 minutos antes da exposição solar; passar o protetor a cada 2 horas, caso esteja exposto ao sol; usar sempre fator 30 ou mais; passar o protetor em todas as partes do corpo expostas (como a orelha, pés, nuca e mãos, por exemplo) e não se esqueça de proteger os bebês! Eles possuem a pele mais sensível e a partir dos 6 meses de idade já é recomendado o uso.

Barracas: ficar na sombra é uma boa maneira para se proteger dos raios solares, reduzindo o efeito deles em 50%. Mas não compre qualquer barraca! As mais eficientes são aquelas feitas de algodão, lona ou fibras sintéticas. Uma das mais encontradas são as barracas de nylon, mas infelizmente elas bloqueiam apenas 5% dos raios UV. Não se esqueça de passar protetor solar mesmo quando estiver debaixo da barraca, pois a água da piscina ou do mar refletem os raios.

Óculos: a exposição dos olhos aos raios solares pode causar danos a longo prazo como cataratas, perda de visão parcial e outros danos à retina. Portanto, compre óculos com proteção UV e que possuam armações que impeçam a entrada de raios solares pelas laterais. Lentes polarizadas também evitam reflexos e melhoram a visão.

É muito importante que os óculos possuam proteção UV, pois quando estamos usando eles, pelo fato das lentes serem escuras, nossas pupilas se dilatam e ficam mais sensíveis a penetração de radiação nos tecidos oculares.

Logo, na hora de comprar, opte pelos modelos originais, pois os modelos falsificados não possuem proteção UV. Um dos sintomas comuns ao usar óculos sem proteção UV é dor de cabeça

Roupas: assim como o guarda-sol de nylon é menos eficiente essa dica também vale para as roupas, ou seja, prefira as de algodão por exemplo. Também existem tecidos que bloqueiam 98% dos raios UV e apesar de compridos, possuem poros que deixam a pele respirar. Usando estas roupas não é necessário passar protetor solar, ou seja, você também não precisa ficar passando o protetor a cada duas horas, além do fato de especialistas afirmarem que alguns tipos de roupas são mais eficientes do que os protetores no bloqueio aos raios. Roupas com proteção UV também não liberam químicos que reagem com a pele igual aos protetores!

Biquíni: alguns modelos de biquíni comuns liberam microplástico quando em contato com a água. Além disso, as peças de poliamida biodegradável se decompõem muito mais rapidamente quando descartadas em aterros em comparação com a poliamida comum. Os materiais biodegradáveis também são inofensivos à pele e emitem menos CO2 durante sua produção. Existem marcas de beachwear que fabricam bikinis de materiais biodegradáveis, um exemplo é a marca Sun Time.

Coma alimentos sazonais

Cada tipo de alimento possui uma época específica para proliferar e se adapta melhor a um tipo de clima. Enquanto uns precisam de sol, outros se dão melhor no frio. Você sabia que os alimentos cultivados em sua época específica são mais sustentáveis, nutritivos e saborosos? O motivo de serem sustentáveis é que necessitam menos agrotóxicos, estimulantes e água, ou seja, se desenvolvem com mais facilidade e logo oferecem menos riscos a nossa saúde e ao meio ambiente. Quanto ao valor nutritivo e sabor, isso ocorre pois as plantas captam mais nutrientes do solo.

E pelo fato dos alimentos da estação necessitarem menos interferência química e humana durante seu processo de produção, o preço logo também fica mais barato! Que tal fazer uma salada de frutas com as da estação? Confira na imagem abaixo as frutas e verduras propícias da época do verão (janeiro – abril).

Lixo na praia

A questão não é apenas a poluição nas areias das praias. Todos os anos, cerca de 10 milhões de toneladas de lixo vão parar nos oceanos. E o problema é que principalmente os microplásticos carregam poluentes que contaminam primeiramente os animais, que ingerem pedaços de plástico confundindo-os com alimentos, e no final da cadeia quem se contamina são os humanos, por meio do consumo de peixes.

Portanto, quando for à praia, leve sacolas de material sustentável para guardar o seu lixo (como palito de picolé, guardanapos e latinhas de bebidas) e não se esqueça de separar resíduos orgânicos de outros recicláveis. Se não houver lixeiras por perto, leve para casa. Dê preferência as lixeiras de coleta seletiva.

Além do descarte correto, tente evitar ao máximo o consumo de plástico nas praias, por exemplo, já que este material é um dos mais encontrados jogados nas praias (80% dos resíduos lançados aos mares são de plástico, e a maioria dos objetos são usados apenas uma vez!). Uma dica é levar consigo uma garrafa reutilizável para tomar sua cerveja ou chá gelado. Nossa dica são os copos retráteis do Menos 1 Lixo.

Além de separar o seu lixo você também pode fazer a boa ação de recolher o que achar jogado na areia também! Se quiser investir nesse tipo de atitude você também pode participar de projetos voluntariados, se juntando a amigos, familiares (e é claro, crianças!) para tirar uma manhã para recolher o lixo da praia. Este pode ser um momento educativo e divertido.

No Rio de Janeiro, o programa Lixo Zero vem aplicando multas a quem joga lixo nas praias. Na primeira semana de funcionamento foram multadas 500 pessoas e o valor da multa varia entre R$157,00 e R$3.000,00 dependendo do tipo do objeto.

Mantenha-se hidratado

Como você deve saber, nosso corpo tende a se desidratar no verão com mais facilidade devido às altas temperaturas. Para beber muita água, tenha sempre uma garrafinha cheia por perto, pois assim você não precisa ir a todo momento até a pia ou filtro para encher um copo. Deixe ela sempre na sua frente para lembrar a todo momento de beber. Outras dicas para fortalecer esse hábito são água saborizada, ou seja, adicionar à água pedaços de frutas como limão, laranja e hortelã para dar um gosto a mais, e beber um copo d’água em jejum ao acordar, pois isso potencializa o efeito.

Outro hábito irresistível durante o verão é o consumo de cervejas e bebidas alcoólicas geladas. Como são diuréticos, causam perda de água, por isso intercale sempre as bebidas com copos d’água. A água de coco também é muito eficiente na cura da ressaca.

Falando em água de coco, você sabia que pode ajudar na cura de acne, estimula o funcionamento dos rins (ajudando na produção e eliminação da urina) e diminui o colesterol?

Muitas pessoas se enganam achando que uma boa hidratação no verão se resume a beber água. É importante consumir certos tipos de alimentos como, frutas, verduras e carne magras e evitar outros como frituras, alto consumo de carboidrato e carne vermelha, pois estes alimentos exigem muito do corpo e esgotam os reservatórios de líquidos do organismo. Algumas dicas de frutas são melão, abacaxi, melancia e laranja. Saladas de frutas também são saborosas, fica a dica!

Outra opção saborosa são os smoothies: assim você aproveita o alto teor de fibra dos alimentos, consome bastante água, vitaminas e minerais.

Andar de bicicleta

O verão é um ótimo momento para tirar a bicicleta da garagem. Como você já deve imaginar, pedalar no sol exige que você passe protetor solar. Mas o detalhe é que o suor faz o protetor sair do corpo, exigindo assim que você reaplique a cada uma hora.

Compre uma garrafa térmica e o suporte para encaixar no quadro da bicicleta. Assim você mantém a água gelada. Não beba apenas durante o exercício, para ter um organismo saudável é importante beber no dia anterior e após a atividade também.

Evite pedalar no meio do dia devido às altas temperaturas, prefira de manhã bem cedo ou no final da tarde. Mas se for durante o período mais quente, evite pedaladas longas demais. Também existem roupas específicas para ciclismo com proteção UV!

Um dos problemas comuns para pedalar no verão é o fato que você vai ficar suado e isso pode te atrapalhar caso esteja indo para o trabalho, por exemplo. Uma solução são as bikes elétricas!

Assim, ao andar de bicicleta, você reduz a emissão de CO2 e evita o consumo de combustível. Um dado alarmante é que segundo a Agência Europeia de Ambiente, 25% das emissões de gases de estufa na União Européia em 2018 foram causados por transportes!

Como reaproveitar água das chuvas

Segundo a ONU, 100 litros de água por dia para uma pessoa é o ideal para o bem-estar e higiene de uma pessoa. Porém, nós brasileiros gastamos em média 187. Os americanos consomem ainda mais: 350 litros!

Mas você sabia que é possível captar água da chuva e reaproveitá-la para diversos fins em sua casa? Além disso é possível economizar em até 50% a conta de água no fim do mês.

A maneira mais prática é a aquisição de uma cisterna, um aparelho feito para captar e armazenar a água. Basta posicioná-la em um local específico e conectá-la ao telhado.

São diversos tipos de uso da água da chuva em sua residência: chuveiro e vaso sanitário, máquina de lavar roupas, lavagem de pisos, calçadas e carros, irrigação de plantas

Uma dica de empresa que vende cisternas em todo Brasil é a Casa da Cisterna.

Benefícios do banho frio

O banho frio aumenta a circulação do sangue, e quando este flui melhor para a cabeça faz ela funcionar melhor e ficar mais alerta.

Os leucócitos também são estimulados e assim a pessoa pode ficar livre de doenças comuns como gripes e resfriados.

Você costuma fazer exercícios físicos? Um banho gelado após a atividade pode ajudar na recuperação.

Fique mais bonito: banhos gelados deixam a pele e o cabelo mais bonitos!

Inclusive a digestão: muitas pessoas relatam melhora no sistema digestivo assim que adotaram o hábito. Isso ocorre devido ao aumento da circulação sanguínea que flui melhor até o estômago e o intestino.

A verdade é que apesar dos diversos benefícios, não é fácil se acostumar com este hábito. A dica aqui é não entrar de uma vez no chuveiro. Comece molhando as mãos, depois os antebraços. Molhe os pés, depois a canela.

Agora, falando em sustentabilidade, pelo fato dos chuveiros elétricos consumirem muita energia, utilize-o sempre na posição Verão, pois assim há economia. Não se esqueça de tomar banhos rápidos também (banhos gelados tendem a serem mais rápidos).

Você é novo por aqui?

Seja bem-vindo ao nosso blog! Somos uma empresa de coleta e compostagem de resíduos orgânicos em que transformamos lixo em fonte de vida! Trabalhamos com um esquema de assinaturas em que o cliente recebe um baldinho para separar seus resíduos e passamos de bicicleta em sua casa para coletar. Uma vez por mês você ganha diversas recompensas como o nosso super composto orgânico produzido a partir dos resíduos!

Matheus Chiabi
Autor:
Matheus Chiabi
Sobre:
Matheus Chiabi, 28 anos, formado em publicidade. Gosta de escrever, fotografia, futebol e cerveja.
Mais artigos de: Matheus Chiabi

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*